2006-09-22

2 ) Cobras encantadas




a) “... havia pessoas, que tinham visto recolher para aquellas cavernas huma medonha cobra, e que todo o que a ofendia tinha exprimentado desastrosos sucessos...”(Memória Paroquial).
b) Informa a Sra. D. Tomásia Maria Campaniço de Almeida: toda agente nos seus tempos de mocidade, dizia no Sobral, que esta cobra era a moura encantada da Adiça. Um seu irmão, recentemente falecido em Ficalho, andando um dia à caça pela serra viu-a: era uma serpente muito grossa e comprida, coberta de cabelos e com feições de mulher. Fitara-o constantemente e tinha uns olhos tão lindos, que apesar do pavor jamais esqueceu o seu brilho e vivacidade.
c) Há quem diga ter esta cobra morrido vitima de um incêndio na Serra da Abelheira. Foi um espectáculo terrível: dava silvos tão fortes que se ouviam desde Moura a Aroche (Espanha). Impossibilitada de se salvar, enrolou-se em dois zambujeiros e o óleo do seu corpo correu copiosamente pela vertente da Serra, onde não mais nasceram ervas (D. Tomásia Campaniço e várias pessoas do Sobral).

Retirado da “Monografia arqueológica do concelho de Moura” de José Fragoso de Lima

1 comentário:

M.M Rules disse...

Ivo , História interessante, existe uma lenda de uma cobra encantada na Hora de Cima em Ficalho se calhr era a mesma :)
Continua com o blog!!