2008-11-27

Onde é que isto vai parar ?

Saudações alentejanas !!!

Este fim de semana, fui dar um passeio à serra de Ficalho, já não ia lá à dois meses.
A caminho do alto, no meio do silêncio interrompido apenas pelo cristalino chilrear das aves, surgiu o barulho de infernal de um jipe e quatro motas a “abrir” pelo caminho a cima até o alto da serra! Não sei para que é que arranjaram o caminho mesmo até ao marco geodésico, só para duas coisas: uma destruir a fauna e flora e claro esta não podia faltar o LIXO !!! Quando a malta que queria chegar lá acima ia com esforço e a admirar a natureza, mas agora ….



O pior estava para vir, quando cheguei lá a cima…… “Outra antena!?”, afastada uns 100 metros da zona já destruída pela antiga antena?



Fizeram um GRANDE largo junto à antena antiga, o custo foi a vegetação natural da serra, onde se incluem: gilbardeiros, medronheiro, madresilvas ,rosa albardeira (já fotografadas por mim naquela zona), etc.
Não satisfeitos, fizeram um corredor e novamente um GRANDE largo, para a colocação de uma nova antena, mas onde é que isto vai para?



Ao longe a Serra da Adiça, que beleza! Que a conservem assim para sempre !

Haja saúde !!!

5 comentários:

Guará Matos disse...

Belas imagens...belo blog.
Vc é português....de onde?
Sou brasileiro do Rio de Janeiro, radialista, professor de judô e blogueiro. Visita meu blog e deica comentário. http://afogandooganso.blogspot.com

Abraços.

SMedeiros disse...

Essa antena n tem anemometros?

É que cheira-me a eólicas!!!

Cumps.
SM

Anónimo disse...

Eu sei e você sabe que as coisas que estimamos e que nos fazem falta para descomprimir e admirar estão a prazo.
Agora foi a S. de Ficalho, mais logo é a nossa.
E em nome de quê? De que tipo de desenvolvimento? Para Quem? Para O Sobral ou para Ficalho?
Cumprimentos
MEG

Leinad's disse...

Estas coisas revoltam-me.
Nunca estive na serra de Ficalho, mas de todas as maneiras acho que esse desenvolvimento não passa de atentados á natureza.
As coisas podem ser planeadas de outras maneiras.
O desenvolvimento que faz isso á natureza não é sustentável.
Não haverá alternativas que poupem a natureza?

Crix disse...

Ola Ivo!
Nomeei o teu blogue como um dos que mais ademiro. É um prémio simbólico da net mas o que considero importante é o valor do teu trabalho. Continua sempre
Abraço